"
Só parece está alegre
Só parece está feliz
Só parece está sorrindo
Só parece está vivendo como queria.
Só parece.. Lucas Reis.
#Quote 1343 Reblog
"
Ela gosta de Phil Collins, faz Psicologia pelo mesmo motivo que leva 99% das estudantes da área a ingressar na tal ciência: queria antes se entender. Eu brinco ironicamente, tentando imaginar onde se enfiarão seus pacientes, já que ela se refugia dos problemas em cafés, às dez da noite, quase onze, papeando sobre sua infância e filmes favoritos com rapazes pobres e estranhos e metidos a escritor.
Gabito Nunes. 
#Quote 6782 Reblog
"
Eu confiei você me decepcionou. Eu estava triste, você nem se importou. Eu te amava,hoje me amo.
— Ana Carolina.
#Quote 838 Reblog
"
Enquanto ela dormia eu a observava, eu velava seu sono, eu cuidava dela. Seu semblante tão calmo, tão sereno, tão entregue ao sono, parecia um anjo. Seus longos cabelos espalhados no meu travesseiro, seus lábios carnudos, uma de suas mãos delicadas apoiada embaixo do seu rosto, seu corpo encolhido como quem tem frio, mas não, esse é seu jeito de dormir, parecendo uma menina… a minha menina. Ela usa minhas meias, ela usa minhas camisas, eu não me importo, é tudo dela mesmo, assim como eu mesmo.
Enquanto ela dormia, Caio Araújo. 
#Quote 862 Reblog

verseto:

Minha tristeza é feita de acordes menores, é harmonia incerta, ritmo descompassado. Um soar desafinado aos seus ouvidos.

#text 633 Reblog
"
Se você ama uma flor, não a colha. Porque, se você colhê-la ela morre e deixa de ser o que você ama. Então, se você ama a flor, deixe-a estar. O amor não está na posse. O amor está na apreciação.
Osho.   
#Quote 20020 Reblog
#photo 12117 Reblog
"
E quem gosta mesmo, protege e se importa.
Caio F. Abreu. 
#Quote 983 Reblog
#photo 1800 Reblog
"
Adoro flores, apesar de saber que elas têm um ciclo: agradam, alegram, embelezam, murcham, morrem, são jogadas fora. Mantém o ambiente bonito por pouco tempo. E nós, perecíveis? Apesar do esforço botoxal, sei não. Somos perecíveis, apodrecemos com o tempo. Tenho pena - muita pena, friso bem - de gente que já nasceu podre. Sigo adorando flores do mesmo jeito que sigo adorando pessoas. Preciso aprender que certas pessoas não merecem destaque na nossa vida, em contrapartida as flores sempre merecerão o melhor lugar na nossa varanda.
Clarissa Corrêa    
#Quote 9293 Reblog
#photo 374775 Reblog
"
Caminho sozinho a maior parte do tempo. As pessoas ainda não aprenderam a enxergar o mundo do mesmo modo que eu enxergo. Longe de mim dizer que é uma falha deles. Mas, tem horas que fugir do estado racional é necessário para que a vida se transforme. Quando aprendi a andar devagar, “muitos passaram, eu passarinho”. Conheci melhor a mim mesmo. Criei asas e voei baixinho sem hora pra voltar. Sim! Voei baixo… o suficiente para que, os que não tivessem asas, caminhassem ao meu lado. De lá do alto é sempre mais bonito, mas de que adianta ser alado se não puder compartilhar das coisas que vejo? Não quero o tempo como meu adversário, correr contra ou atrás dele. Quero-o como companheiro. Andar de mãos dadas, vê-lo passar devagar contando conchas, catando estrelas, amando auroras. Não suporto a idéia de pensar que o tempo apaga as lembranças da memória. Talvez por isso eu ande devagar, ainda que as alternâncias da vida sejam constantes, tudo o que ficou de bom por onde passei não se abala, nada apaga.

Vitor Vilas Bôas

#Quote 1 Reblog
"
Sabe aquela hora em que olhamos para dentro de nós e vemos um coração cansado de envolvimentos efêmeros? Sexo pelo puro prazer do sexo, em que mãos, pele, suor, tesão e atração se misturam é sensacional. Mas e o dia seguinte? Bate aquela vontade de curtir uma preguicinha boa, ouvindo Bob Dylan invadir o quarto, enquanto as cobertas voltam a disfarçar o vento frio que teima em entrar pela fresta na janela. E é lá, por debaixo dos lençóis, que sente-se toda a diferença. Aquele encaixe perfeito de braços, pernas e quadris que aquece os corpos, em que, maior que o tesão, a paixão fala mais alto.

Vitor Vilas Bôas

#Quote 1 Reblog
"
Não quero um amor que me dê motivos para abrir mão da minha saúde ou que me tire, completamente, a vontade de soltar o cabelo. Quero um amor que me encha de razões para passar batom vermelho, usar vestido curtinho e me cuidar, como nunca me cuidei antes. Quero um amor que me faça querer viver, o máximo possível, para amá-lo – amando-me também – até onde o meu fôlego permitir.

Ricardo Coiro

#Quote 0 Reblog
"
Não quero um amor para, finalmente, conseguir mudar o meu status de relacionamento do Facebook. Aliás, se quer mesmo saber, prefiro alguém que não esteja nem aí para uma exposição desnecessária dessas. Quero alguém que se contente, sem bater os pés, com um sincero e respeitoso pacto privado, selado à base de cafunés ilimitados, beijos que miram a pontinha do nariz e noites inteiras sem qualquer necessidade de meias-verdades.

Ricardo Coiro

#Quote 2 Reblog